• Facebook Basic Black
  • Preto Ícone Instagram

fulviamolina1@gmail.com

São Paulo | Brasil

No Limite da Sombra

Contraponto

São Paulo, SP

2020

 

"A arte tem suas astúcias, vem até nós, através de nossos sentidos, sempre a partir de uma perspectiva inesperada.

 

Ficamos em estado de admiração, somos surpreendidos.

 

Nosso olhar se interessa, o cérebro fica estimulado, a mente é levada a refletir e, cria novos pensamentos.

 

Só sentir não basta, é necessário que haja  elaborações mentais que transformem em pensamento as sensações apreendidas.

 

Já faz tempo que o público em geral, em contato com a arte, está se sentindo desamparado e não é para menos, o conceito de arte expandiu-se tanto, que nos faltam chaves para abrirmos portas para tantas experimentações artísticas.

 

Onde buscar referências para podermos apreciar a arte de nosso tempo?

 

A exposição coletiva No Limite da Sombra, das artistas Ana Paula Albé, Ana Rey, Dora Mendonça, Fulvia Molina, Isadora Maia e Patrícia Goulart, oferece a oportunidade de examinarmos os trabalhos nas suas individualidades, nas suas singularidades, além de podermos  fazer leituras cruzadas entre eles, que nos colocam múltiplas indagações sobre as questões da criação.

 

Alguns trabalhos nascem da pura observação do real e, gradativamente, abandonam essa experiência para evidenciar a linguagem visual contida neles.

 

Outros, mais formais, dialogam entre si, criando séries que se completam no conjunto.

 

Nesta exposição, as experimentações de linguagens e de interrogação poética, são muito variadas,  têm um denominador comum que é a coragem, a persistência, a curiosidade, a explicitação do diálogo que utilizam como referências.

 

  Essas artistas trabalham com  tais condições para construírem poéticas visuais comprometidas com a história da arte e o seu tempo.

Sergio Fingermann

Esta exposição está temporariamente adiada em virtude da pandemia COVID-19